Nova Monte Verde - Quarta-Feira, 27 Jan 2021
Notícias / Política

Postada em 23 de Dezembro de 2020 às 15h40min

'BRT é mais barato e menos danoso; população já sofreu muito'

Janaina e outros parlamentares participaram de uma reunião com Mendes no Palácio Paiaguas.

Texto: Cíntia Borges/Mídia News
'BRT é mais barato e menos danoso; população já sofreu muito'
Foto: Mídia News

A deputada estadual Janaina Riva (MDB) afirmou estar convencida de que o BRT (ônibus de trânsito rápido) é a melhor opção de modal a ser adotado nas cidades de Cuiabá e Várzea Grande.

 

A declaração foi dada nesta quarta-feira (22), dois dias após o governador Mauro Mendes (DEM) anunciar a desistência de continuar as obras do Veiculo Leve sobre Trilhos (VLT) e o interesse no BRT.

 

A parlamentar disse apenas que teme por uma possível judicialização do caso por parte das empresárias que integram o consócio VLT Cuiabá-Várzea Grande.

 

“O BRT trará uma revolução na mobilidade das duas maiores cidades do nosso Estado com a construção até mesmo de ciclovia. Além do investimento, a construção do BRT trará empregabilidade e movimentará a economia”. 

 

“Temo apenas uma judicialização por parte do consórcio, porque acho que a população já sofreu demais e espera uma união e uma tomada de decisão rápida de todos os poderes públicos”, afirmou a parlamentar.


Janaina e outros parlamentares participaram de uma reunião com Mendes no Palácio Paiaguas. Lá, o governador apresentou um estudo técnico com explicações para a mudança do modal. 

 

Decisão corajosa

 

Janaina ainda revelou que antes de ter acesso ao estudo técnico tinha dúvidas sobre a viabilidade de ambos os modais.

 

“Depois de ver todos os pontos do projeto achei corajosa e pontual a atitude do Governo do Estado. Foram dois anos de muito estudo, para a tomada de decisão. Antes eu tinha dúvidas, mas a apresentação e o estudo técnico me deixaram convicta de que o BRT é o melhor modal para nossa realidade, inclusive porque pode ser expandido e atender mais pessoas”.

 

Futuro

 

A parlamentar é filha do ex-presidente da Assembleia Legislativa, José Riva, um dos maiores defensores da implantação do VLT na região metropolitana de Cuiabá. 

 

Agora, Janaina vai contra o que o pai pensava no início da década. Ela aponta que a decisão tomada lá atrás não refletiria a realidade atual da Baixada Cuiabana. 

 

“Precisamos ser práticos e olhar para o futuro. A realidade do Brasil e do VLT como o melhor transporte em 2011 era diferente da realidade que temos hoje. Nesses seis anos de vida pública, uma coisa eu levo comigo é que temos que ser práticos e não ter preguiça de fazer acontecer. E é isso que o Governo do Estado quer fazer com a decisão pelo BRT”. 

 

“A implantação do BRT vai ser mais barata e menos danosa à população que já sofreu tanto com as obras do VLT. Árvores foram arrancadas, empresas ficaram inviabilizadas com as obras, fora o dinheiro público gasto em algo que agora eu percebo, ser inviável para a realidade da capital”, explica.

DICAS IMPORTANTES

Detran-MT orienta sobre cuidados com a segurança e o transporte de bicicleta

Veja mais